Terça-feira, 24 de Maio de 2011

acreditava no amor eterno

quis andar olhando para o céu
sem ter medo, nem de tropeçar
cantando bem alto que te amo
do jeito que nunca mais vou amar.

os meus medos desnudei
num sonho lindo e encantado
momentos felizes vivi
até que por ti fui atraiçoado.

mergulhei em águas profundas
perdi-me no teu traiçoeiro mar
sinto algum desespero e medo
por tanto te querer e amar.

tu eras o meu raio de luz
acreditava no amor eterno
mas num dia triste e sombrio
tu me mostrou o... inferno.

escrito por carlos henriques às 09:00

link do post | comentar
1 comentário:
De MIGUXA a 28 de Maio de 2011 às 21:14
Carlos,

São lindos todos os teus poemas, mas de uma tristeza saudosa que toca quem te lê...

Sê feliz!

Beijo meu amigo
Margarida

Comentar post

sentimentos sentidos

o autor

arquivos

Maio 2015

Fevereiro 2014

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011