Sábado, 2 de Abril de 2011

terno amor

ao longo dos anos
da minha vida procurei,
um amor que fosse eterno,
mas nunca o encontrei.

pensei que eras tu,
afinal tinha-me enganado
porque se fosses tu,
não me tinhas deixado.

não desisto de procurar,
porque sei que existe
apesar de não seres tu,
este coração persiste.

amor eterno, terno amor,
no meio de tanta gente,
vou continuar a procurar,
quero um amor para sempre.

escrito por carlos henriques às 09:00

link do post | comentar
sentimentos sentidos

o autor

arquivos

Maio 2015

Fevereiro 2014

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011